Post Mortem
Patricia Cornwell
Editora Paralela
♥ ♥ ♥ ♥

   Post Mortem primeiro livro que deu origem a Série Scarpetta da escritora Patricia Cornwell lançado pela Editora Paralela. Post Mortem é um livro policial, que foge um pouco do que estamos acostumados a ver geralmente vemos a história do ponto de vista de quem investiga os assassinatos, como policias e detetives. Mas nesse vemos a história do ponto de vista da Médica –Legista, Doutora Kay Scarpetta, o que achei já um diferencial da série, claro que ela conta com a ajuda dos demais, mas boa parte do livro vemos do seu ponto de vista.
   Em post mortem conhecemos Kay Scarpetta uma média legista muito conhecida na Virgínia. E  está diante de um assassino em série que vem assombrando Richmond e deixando a todos preocupados com o alto índice de assassinatos na cidade. 
O livro já começa com Kay atendendo a um chamado de um policial sobre a cena de um crime. Kay vai até a cena do crime e descobre que mais um assassinato contra mulheres aconteceu, já é o terceiro assassinato que acontece em Richmond, sempre nas sextas feiras na calada da noite. Mulheres são brutalmente assassinadas por um Serial Killer  que não deixa nenhuma pista para os policiais.
A doutora Kay Scarpetta terá de trabalhar arduamente junto de sua equipe para descobrir quem é esse assassino, e a única “pista” que ela tem, é um pó brilhante que é encontrado nas vítimas.  Como se não bastasse Kay ainda está sofrendo uma sabotagem, alguém está tentando sabotar a investigação e a prejudicar.   
A investigação está sob responsabilidade do tenente Pete Marino, um homem muito engraçado e que tira Kay do sério. Marino é um homem orgulhoso e acha que está sempre certo com suas suposições. Mas muito dedicado ao seu trabalho. Não mede esforços para ajudar.
Kay se junta a Pete Marino para descobrir quem é o assassino.  A vítima recente é Lori Petersen e foi encontrada morta pelo seu marido no quarto do casal.  E diante de mais um caso, eles começam a pensar se as outras vítimas tem algo em comum que atrai o assassino.
Kay é uma mulher independente e bem vivida, conhecemos também um pouco de sua vida pessoal. De uma família um pouco complicada, com uma irmã escritora que não da a mínima para sua própria filha, e cabe a Kay ficar com sua sobrinha, não que isso seja um estorvo para ela, mas a vida de Kay é imprevisível, passa horas no trabalho e sai sem saber a hora que irá voltar. Deixando sozinha do mesmo jeito. Apesar de ter um certo romance no livro isso não é o foco do livro, já que Kay é uma mulher divorciada e não quer ter novamente a experiência de uma homem em sua vida permanentemente. Kay é muito dedicada ao seu trabalho, muito tendo tempo para ela mesma.
O livro é muito bem detalhado, uma coisa bem legal foi a evolução dos métodos de investigação, em caparação com o que temos hoje. O livro foi lançado em 1990 naquela época era um pouco difícil de descobrir certas coisas, e percebemos o quanto evoluímos. Com tantos detalhes, tanto da vida pessoal e profissional, as vezes a leitura ficava arrastada, e em outras vezes, as coisas acontecem muito rápido que se não prestar atenção você acaba se perdendo. Os personagens são ótimos, cada um com sua personalidade forte, Marino é uma figura, mas muito inteligente, apesar da implicância de Kay com ele, ela não pode negar o quanto ele é dedicado no que faz. A história também deixa claro o preconceito dos homens quando uma mulher está a frente de algo.
   Post Mortem é um livro bom,  eu sou fã de livros policiais e quando li a sinopse desse livro fiquei louca para ler, a única coisa que me incomodou foi a leitura arrastada como disse antes. O final também me deixou um pouco decepcionada, esperava mais. Enfim, recomendo para quem gosta de livros do gênero e pretendo ler os outros livros da série Scarpetta.


FanGirl
Rainbow Rowell
Editora: Universo dos Livros
♥ ♥ ♥ ♥ ♥


   Quem nunca ficou fissurada com uma série a ponto de querer fazer parte daquilo, de querer viver naquele lugar que para você é mágico e você se sentirá muito bem lá?
Em Fangirl conhecemos Cath e Wren, gêmeas e apaixonadas pela série Simon Snow. Wren nem tanto, mas para Cath  Simon Snow é tudo. Já leu e releu os livros da série e está super ansiosa pelo último livro. Cath é tão apaixonada por essa série que adora escrever fanfictions sobre a série, suas histórias são bem famosas, em um espaço na internet dedicado a fanfics, suas histórias são bem populares na internet batendo records de acessos. 
  Esse livro explora muito esse lado de fandom e de fanfics. A narrativa é muito simples, vemos todo o processo de Cath em criar as suas histórias a dedicação dela com essa série.
É impossível não se identificar com Cath, suas emoções e expectativas quanto a série e sobre os personagens. Mas no meu ponto de vista Cath meio que se esconde atrás dessa série, tudo bem que para ela isso é tudo. Cath é uma menina não muito sociável, adora ficar fazendo as coisas que mais gosta, que é ler e escrever. Ao contrário de sua irmã Wren, que apesar de gostar também da série, meio que se "libertou", Wren quer festas, beber e conhecer pessoas diferentes. 
Cath e Wren sempre fizeram tudo juntas, e agora que estão indo para a faculdade, Wren quer ter seu espaço e suas amizades. E com isso as duas se afastam. De inicio Cath sente uma falta imensa de sua irmã, desejando voltar aquele tempo em que elas dividiam segredos e opiniões e paixões.
  Nessa "separação", Cath se empenha em seus trabalhos escolares, ops, quer dizer, se empenha na matéria de seu interesse que é a aula de Ficção, nessa aula Cath conhece o Nick, um menino que também é apaixonado em palavras, e eles acabam fazendo vários trabalhos juntos. Primeiro amigo que Cath faz, e ela começa a ajuda-lo em sua história. Mas será Nick um cara legal?
  Também conhecemos a colega de quarto da Cath, a Reagan, que  é uma menina muito estranha a primeira vista, quase não fica no quarto e sempre está com um garoto diferente. O menino que Cath mais vê é o Levi, que sempre quando Cath volta da aula está sentado na porta delas esperando Reagan.  Cath fica pensando se ele sim é o namorado da Reagan, mas também pensa, será que ele sabe dos outros meninos?
  Como sempre Cath volta das aulas lá está Levi sentado esperando alguém aparecer para abrir a porta. Com o tempo ele foi conquistando a confiança de Cath e sempre que ela aparecia e abria a porta ele espera a Regan dentro do quarto com Cath o que a deixava um tanto acanhada. Com o tempo Levi e Cath se tornam amigos, é uma amizade simples e singela. Levi é um menino simples, e muito fácil de se apaixonar, com um jeito meigo que cativa logo de cara. Aos poucos ele vai ganhando a amizade de Cath com seu jeito engraçado e suas piadas. Levi é o amigo que ela sempre pode contar. Com essa aproximação vamos entendo o relacionamento dele com a Regan também. 
Depois que Levi descobre que Cath é super fã da série Simon Snow e que ela escreve fanfics pede para ela ler seus textos com as  aventuras de Simon Snow. 
 Outro ponto do livro que destaca é o relacionamento das meninas com o pai. É linda a relação deles, o pai as criaram sozinhas, quando a mãe as abandonou. Cath é que mais se preocupa com o pai, que não para de trabalhar nem um minuto e tem um certo problema de saúde.
 Com a ida das meninas para a universidade o pai acabou ficando sozinho o que deixa Cath super preocupada. Já Wren, - garotinha difícil -  não liga muito. Só quer saber de curtir essa "liberdade" que ela tem junto de sua amiga baladeira Courtney, uma menina não muito confiável que tudo para ela é motivo para beber. Como se não bastasse ter de ser preocupar com o pai, Cath também tem ficado preocupada com a irmã. 
 FanGirl é um livro muito fofo, com uma narrativa simples que cativa logo nos primeiros capítulos. É tão gostoso ler um livro e se identificar com a personagem logo de cara, acho que quem é fã de alguma série sem dúvida irá se identificar. O livro fala sobre amadurecimento, amor, amizade e família. Super recomendo a leitura.
A diagramação está ótima, a capa é linda, as páginas são amarelas, o tamanho da letra confortável. Só uma coisista, o livro tem o título em  Inglês, mas ele é em português okay? Então, leiam, porque é muito bom!  Super recomendo!
  

Hey pessoas! Como estão? O mês de Novembro começou e assim a listinha de desejados aumenta!Seempre né.. haha...  A minha aumentou só um pouquinho rs'

vamos conferir?


Essa garota - Collen HooverSinopse: O último volume da série Slammed continua e revisita a história de Will e Layken, cujo amor venceu os mais árduos obstáculos: proibições, impedimentos, ciúme, tragédia. Mas, depois de tudo isso, os dois, agora casados, começam a se sentir seguros do incrível sentimento que os une. Quando em sua lua de mel, Lake quer saber tudo sobre o marido, Will, reticente, desembaraça os nós da própria história. Revisitamos os bons e maus momentos. E aprendemos alguns fatos chocantes... O futuro de Will e Lake agora depende de como os dois lidarão com essas revelações...









O Lado mais Sombrio - A.G HowardSinopse: Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real o superprotetor Jeb , mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa...



Atrás do Espelho -  A.G HowardSinopse: Em O Lado mais Sombrio , a releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana... e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real , Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais ama.




Corpo de Delito - Patricia CornwellSinopse: Cary Harper é um escritor famoso. Logo após o cruel assassinato de sua filha adotiva, ele próprio é assassinado. A irmã de Harper morre em circunstâncias igualmente misteriosas. Quem cometeu os crimes? Por que os cometeu? Essas são as perguntas que levam a médica-legista Kay Scarpetta a seguir as poucas pistas deixadas pelo criminoso. Além das provas que consegue colher nos corpos levados ao necrotério, sai a campo com o chefe de polícia Pete Marino e com o agente do FBI Benton Wesley na tentativa de solucionar o caso. As mais variadas hipóteses vão sendo sucessivamente abandonadas. Nada parece dar conta de todas as circunstâncias. Um dia, porém, a dra. Scarpetta recebe a visita de um desequilibrado mental que afirma ser capaz de enxergar a alma de um criminoso.



Esses são meus desejados do mês de Novembro, e não vejo a hora de poder lê-los. Estou bem curiosa com os livros " O Lado Mais Sombrio  e Atrás do Espelho", as capas são lindas! E vocês, alguns da lista estão no desejados de vocês? Deixem nos comentários! Beiijos