Resenha -Mais Uma Chance para o Amor- Mila Maia

Leia mais

O Que Andei Lendo - Agosto - Setembro

Leia mais

Resenha - Casada Até Quarta - Catherine Bybee

Leia mais

#Resenha - Cidades de Papel - John Green

   

Cidades de Papel
John Green
Editora Intrínseca
♥ ♥ ♥ ♥ ♥

   Em Cidades de Papel conhecemos Quentin Jacobsen, um jovem de 16 anos que está no último ano do colégio junto de seus amigos Ben e Radar. Quentin desde sua infância é apaixonado por Margo Roth Spielgelman e acredita que ela seja o seu milagre. Quentin e Margo se conhecem desde pequenos e eram amigos, brincavam pelo bairro de  Jefferson Park juntos. Em um dia andando de bicicleta pelo parque os dois encontram um cara morto, Margo adora um mistério e começa a investigar a morte desse homem com apenas dez anos de idade e conclui que os fios dele se arrebentaram e Quentin nunca se esquece dessa ideia de Margo. Agora, Margo e Quentin se tornaram apenas conhecidos. Margo é a menina mais amada e descolada da escola, enquanto Quentin e seus amigos nerds só a observa de longe.
   Em uma noite, Margo aparece na janela de Quentin como antigamente e pede a chave de seu carro emprestado, segundo ela precisa concertar algumas coisas e colocar outras no lugar. Não entendo muito bem, Q.(como é chamado pelos seus amigos) decide ir junto de Margo e vive uma noite de muitas aventuras junto dessa menina que se tornou um mistério para ele.  No dia seguinte Quentin fica sabendo que Margo fugiu, isso não é a primeira  vez que acontece, pois ela cedo ou tarde acaba voltando para casa. Mas dessa vez algo foi diferente e Quentin sabe disso, então resolve procurar pistas que Margo sempre deixa para ser encontrada. 
  Quentin é um jovem estudioso e muito inteligente e conta com a amizade de Ben e Radar, seus melhores amigos desde sempre. Junto com seus amigos Q. vai investigando o sumiço de Margo em meio as cidades de papeis, junto de Ben, Radar e Lancey amiga de Margo. 
  Com uma narrativa dinâmica e super envolvente, viajamos nas investigações de Quentin e seus amigos atrás de Margo. 
Ben é um magricela muito engraçado,  muito sincero e direto. Louco para vivenciar a experiência de ir ao bale de formatura com uma menina super "gatinha" como ele mesmo diz. Ben é um amigo para todas as horas, sempre com uma boa piada.
Radar é o nerd, administrador e criador de uma site de pesquisa, mas não aquele nerd esquisito. Um nerd muito descolado e possui uma namorada, Ângela. Radar tem uma família um pouco estranha, seus pais tem um Hobby muito dos esquisito: Colecionar papai noéis negros. Sim, isso mesmo que você leu, e com isso tem um pouco de "receio" em levar sua namorada para conhecer a sua casa e seus pais. Ben e Quentin o conhecem a um bom tempo e sabem desse "Hobby" de seus pais.
Com esse trio nem percebemos o quanto a leitura voa, as conversas são bem escritas, os personagens muito bem desenvolvidos e com personalidades muito marcantes. Cara, é John Green né? 
 Cidades de Papel é um livro que fala sobre amizades, sobre a vida e sobre a sociedade.  Um livro sobre a vida, sobre como queremos ser notados e como vivemos as vezes em uma grande bolha de mentira, onde somos descartados e fáceis de sermos dobrados que nem papel. John Green possui uma ótima escrita, seus livros são reflexivos mas não monótonos, ele mescla o divertido o sério não deixando o leitor largar o livro. Recomendo! 

  Cidades de Papel está sendo produzido para as telonas com lançamento previsto para o dia 16 de julho de 2015, com Nat Wolff como Quentin, e Cara Delevingne como Margo Roth Spielgelman.  Ansiedade define! O que acharam da escolha dos atores?? Comentem!! Beijos!!! 

#Novidades - "Red Hill" novo livro da Jamie McGuire

Olá Leitores!
Novidades vindo por aí....
Novo livro da Jamie McGuire, autora do livro "Belo Desastre", será lançado pela Editora Verus, lançamento previsto para Maio. #aguardando



Sinopse: Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade. Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano. O que acontece quando aquele por quem você morreria, se transforma naquele que pode lhe destruir? Red Hill prende desde a primeira página e é impossível deixa-lo até o final surpreendente. Este é o melhor da autora Jamie McGuire!  

Alguém curioso com esse livro? \o/ 

#Resenha - 2º Chance - James Patterson


2º Chance
James Patterson
Editora Rocco
♥ ♥ ♥ ♥ ♥

1ª a Morrer - Resenha

   Segundo livro da série Clube das Mulheres Contra o Crime do mestre James Patterson, que tem como protagonista a tenente Lindsay Boxer, uma mulher que não mede esforços para desvendar os terríveis assassinatos que ocorre em São Francisco. Porém, em seu último caso, Lindsay teve um perda, e ficou meio afastada por uns dias do seu trabalho na Homicídios, nada fazia se sentir melhor, tirou férias, nem os conselhos e apoio de suas melhores amigas, Clare, Jill e Candy a ajudara. Mas Lindsay resolve que está na hora de voltar a ativa quando sabe que um terrível ataque a igreja  La Salle Heights e que uma menina de onze anos foi baleada e acabou morrendo, fez com Lindsay percebesse que esse assassino precisa ser encontrado. Decidida, é hora do clube das Mulheres contra o crime se reunirem.
Após examinar a cena do crime, que foi de espantar, um maluco abriu fogo contra as crianças que estavam saindo do ensaio do coral na porta da igreja, diante de várias crianças, só uma foi atingida e morta. Uma menina de onze anos, negra. Lindsay fica abismada como alguém pode abrir fogo diante de uma igreja cheia de crianças. Após examinar o corpo da vítima, Claire Washburn, a legista, descobre o verdadeiro motivo do ataque, apesar de o assassino sair disparando loucamente pra cima das crianças, a vítima foi acertada com precisão, friamente e calculadamente.
Lindsay e sua equipe não conseguem muitas pistas sobre esse brutal incidente, o assassino deixou tudo muito bem planejado, sem muitas pistas, a não ser uma van branca suspeita com um desenho estranho, como se fosse a sua assinatura. Isso é a única coisa que Lindsay tem, e decide que é por esse desenho que deve começar. Dias depois, uma mulher é encontrada enforcada em sua casa. Uma senhora negra.  Mas uma vítima negra morta, e a homicídio acredita que seja um crime de de ódio racial.
Lindsay e as meninas se reúnem para discutirem sobre o caso, e Cindy acha que o assassino é um só, trabalha sozinho. Mas para isso elas precisam de mais pistas para chegarem mais perto. No decorrer das investigação, mas uma assassinato acontece e dessa vez é o chefe de Lindsay que é a vítima. Então Lindsay descobre mais uma coisa, o que as vítimas tem em comum são ligações com autoridades e ambas são negras. A menina, tem um tio que é policial, a senhora encontrada morta, seu esposo já falecido era policial e agora o chefe de Lindsay um policial. Decidida a encontrar esse assassino Lindsay não pensa, age simplesmente, agora não se trata de fazer justiça e sim de vingança.
 Um suspense policial de tirar o sono, James Patterson criou mulheres inteligentes, que se unem para lutarem contra os criminosos de São Franscisco. Lindsay, Candy, Claire e Jill são verdadeiras heroínas. Mulheres de personalidade forte, que tem um objetivo em comum: fazer justiça. Além de fazerem justiça, elas tem uma amizade forte e sincera, sabem que podem contar uma com a outra. Várias vezes me pagava emocionada com a amizade e o apoio que uma dava a outra.
Assim que li o primeiro livro, fiquei louca para saber mais sobre cada mulher,  vemos tudo da perspectiva de Lindsay, uma policial que segue seus instintos, e luta com garras para conseguir tudo.
Nesse segundo livro já descobrimos mais um pouquinho sobre a família de Lindsay, sobre seu pai que de alguma forma tem uma ligação com esse caso.
    Super recomendo essa série, que me deixou noites acordada até tarde querendo saber mais sobre o assassino. Patterson criou uma trama muito bem, sou deixar o leitor preso do inicio ao fim sem deixar as coisas ficarem repetitivas. A cada página era uma surpresa.  Só tenho pra dizer que vocês leiam, mas leiam mesmo, sempre lia em outros blogs, que essa série é uma das melhores do James Patterson e estou amando, já que suspense policial é meu gênero favorito. 

#Li até a página 100 e... Cidades de Papel

Oi queridos!
"O li até a página 100" está de volta e a minha leitura do momento é... tchan tchan "Cidades de Papel" um livro que estava querendo louca para ler e que já já estará nas telonas.





Cidades de Papel - John Green 

Primeira frase da página 100.
" __Eu estava contando para sua mãe que tenho um sonho recorrente por ansiedade - disse ele."

Do que se trata o livro?
O livro conta a estória de Quentin que possui uma paixão platônica por Margo Roth Spiegelman. Margo uma jovem engraçada e cheia de mistério que adora um mistério. O livro tem uma pitada de mistérios e aventuras.

O que está achando ate agora?
Livros de Green são ótimos, a narrativa que te deixa super empolgado com a leitura e louco para saber quais os próximos acontecimentos.

O que está achando da personagem principal?
Quentin é um garoto muito inteligente, simples e muito leal.

Melhor Quote até agora?
“Margo sempre adorou um mistério. E, com tudo o que aconteceu depois, nunca consegui deixar de pensar que ela talvez gostasse tanto de mistérios que acabou por se tornar um. 

Vai continuar lendo?
Com toda certeza. Estou louca para saber como esse mistério irá se resolver.
Última frase da página.
"Mamãe me levou até o colégio"

E vocês o que andam lendo?
beijos!!

#Resenha - After - Depois da Verdade - Anna Todd


After - Depois da Verdade
Anna Todd
Editora Paralela
♥ ♥ ♥ ♥ ♥


  Sabe quando você termina de ler o livro e fica desesperada querendo o próximo livro? Pois é, fico assim com essa série, a mesma coisa quando li o primeiro livro da série e iria demorar mais ou menos um mês para o lançamento do segundo, agora tenho de aguentar até junho par o terceiro livro, e isso é desesperador!
    Enfim, After - Depois da verdade, continua da onde o primeiro termina. Depois que Tessa descobre uma enorme mancada do Hardin, a relação que ambos estavam construindo desmorona, tudo que ela estava vivendo nos últimos dias parecem ter sido uma grande mentira. Decidida a manter uma distância e tentar colocar seus pensamento em ordem, Tessa tem os piores dias de sua vida. Apaixonada por um garoto que nada tem haver com ela, com muitas tatuagens e meio explosivo, Tessa se vê completamente sem rumo. Acostumada com sua vida certinha, tudo planejado e tudo bem controlado, com tudo isso desmoronando Tessa se vê totalmente perdida.
   Hardin, é um garoto com muitos problemas, uma infância um tanto conturbada, suas atitudes não são por gostar de magoar ou falar coisas que não devia, o que Hardin está vivenciando nunca lhe passou pela cabeça que um dia seria amado tanto por uma pessoa e que ele um dia chegaria a amar alguém como ama a Tessa. Depois de uma briga séria, Hardin se vê perdido sem Tessa, e terá de lutar para poder reconquista-la. Mas será que Tessa irá superar essa "traição" de Hardin?
  Sozinha, depois de lutar com unhas e dentes pelo amor que sente por Hardin, até brigar com sua mãe, Tessa se vê completamente sozinha, agora sem casa, já que estava dividindo o apartamento com Hardin, não tem onde ficar, então passa noites na casa de seu melhor amigo London até em Hotéis. Já que voltar para a sua casa não é um boa opção, já que sua mãe irá jogar na sua cara a simples frase "Eu te avisei". Então Tessa resolve voltar para o apartamento, já que Hardin irá visitar a sua mãe na Inglaterra no Natal. 
   Ao que parecia ser uma estadia tranquila, Tessa é surpreendida com a volta de Hardin e junto dele sua mãe,Trish, Tessa fica surpresa e sem saber como agir já que não esperava encontra-los. Tessa é muito bem recebida por sua ex-sogra que não faz a menor ideia de que ela e Hardin não estão mais juntos. Sem saber como reagir Tessa olha para Hardin e percebe que ele ainda não contou para sua mãe sobre o rompimento do namoro, e pelo olhar pedi a Tessa que não conte nada. Tessa resolve fingir que nada aconteceu na frente da mãe de Hardin, mas é complicado ficar no mesmo ambiante que a pessoa que te magoou e que ainda a ama. O bom desse encontro forçado, é que Hardin tem a oportunidade de se explicar para Tessa. Será que Tessa irá aceitar as desculpas de Hardin "mais uma vez" e perdoa-lo? E Hardin, será capaz de mudar pelo amor que sente por Tessa?
 A sequência de After continua viciante, é impossível não devorar esse livro, a cada capítulo uma nova estória, um novo acontecimento que deixa as coisas mas - digamos eletrizantes na relação dos dois. Quando você pensa que as piores coisas já acontecerão vem mais uma bomba. O temperamento de Hardin é explosivo, quando eu penso que ele já ultrapassou todos os limites ele vai lá e me surpreende ainda mais. Hardin tem problemas, isso é fato, mas nesse segundo volume vemos um Hardin que quer mudar, que quer fazer as coisas darem certo, mesmo que leve um tempo pra deixar esse lado "rude" para trás.
  Tessa apesar de todos os esforços para se manter longe desse amor, é o grande motivo da  mudança de Hardin e percebe isso quando a mãe dele a conta sobre como o filho está feliz e diferente. É claro que o relacionamento dos dois não é saudável, mas é um romance tão lindo, tão jovem, e cheio de amor que fica impossível não se apaixonar.
 After é um livro viciante, que você devora em pouco dias. Personagens bem construídos, o livro não tem como só Tessa e Hardin, envolve a família de Hardin, a família de Tessa, amigos. Ambos tem seus fantasmas de infância e isso está sendo explorado aos poucos o que só aumenta a nossa curiosidade. 
  Os personagens secundários, como o Landon chama a atenção, com seu jeito igual o da Tessa, super organizado e estudioso. Os dois são melhores amigos, e London é meio irmão de Hardin, London é enteado do pai de Hardin. 
Também conhecemos melhor Ken e Karen, uma casal muito lindo. Ken é o pai de Hardin, o relacionamento que ambos tem não é lá os melhores, mas Ken tenta uma reaproximação do filho, Hardin por outro lado tenta se manter neutro, já que nutre um sentimento de ódio pelo seu pai devido aos acontecimentos do passado. Mas com Tessa ali, Hardin tenta se esforçar ao máximo para ter pelo menos umas trocas de palavras com seu pai e com sua nova esposa.
Hardin e London não são melhores amigos, os dois não se dão muito bem, mas Hardin vai tentando, já que London é o melhor amigo da garota por quem ele está completamente apaixonado. Então vale o esforço. Também temos os amigos de Hardin, a Sthef que era companheira de quarto no alojamento com a Tessa, temos a detestável da Molly e Zed que me deixou muuuuito irritada nesse livro. Sério. 
 After vai te fazer sorrir, sentir muita raiva e a cada reconciliação mais apaixonada por esse casal maluco.  Leiam e me contem o que acharam!