Resenha -Mais Uma Chance para o Amor- Mila Maia

Leia mais

O Que Andei Lendo - Agosto - Setembro

Leia mais

Resenha - Casada Até Quarta - Catherine Bybee

Leia mais

#Resenha - O Príncipe da Névoa - Carlos Ruiz Zafón

O Príncipe da Névoa
Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma das Letras
Páginas: 180
Skoob


Sempre tive muita vontade de conhecer a narrativa do Zafón de tanto ler resenhas positivas e excelente elogios ao autor. Decidi que já era hora de começar a ler suas obras, e comecei pelo livro " O Príncipe da Névoa", que é primeiro romance de uma série de romances juvenis.
 Em o Príncipe da Névoa, conhecemos a família Carver, que está de mudança para um pequeno vilarejo, devido a guerra que está se aproximando, o livro se passa no ano de 1943. Conhecemos Max, um jovem muito inteligente e questionador. 
 A casa onde Max e sua família estão indo morar é rodeada de mistérios, a antiga família que morava na casa, os Fleischmann. Durante muito tempo de casados os Fleischmann conseguiram ter seu primeiro filho, Jacob. Um menino saudável cheio de vida, mas aos sete anos de idade, o menino morreu afogado na praia perto de casa, e seus pais não suportando a dor, decidiram se mudar do vilarejo, devido as lembranças. No dia da mudança, seu pai encontrou um projetor e alguns filmes. Decididos a verem os filmes, descobrem que são videos gravados pelo Sr. Fleischmann, videos caseiros que mostram uma parte do terreno da casa ao qual Max ainda não teve tempo de explorar. Um jardim de estátuas, que como toda criança ficaria fascinada e curiosa para conhecer.
  Ao visitar o jardim das estátuas, Max descobre que há algo de errado com alguma coisa ali, como as estátuas mudam de lugar? Que segredos aquele lugar esconde? Qual o motivo das estátuas ali?
 Max tem duas irmãs, Irina e Alicia.  Suas vidas vão seguindo normalmente. Em um passeio pela praia, Max conhece Roland, um jovem muito simpático, que vive  com seu avô adotivo, que é o responsável pelo farol. o Sr. Víctor Kray, que foi quem construiu o farol depois de sofrer um naufrágio a bordo do navio Orpheus. O navio é o objeto onde Roland mas busca coisas em seus dias de mergulho, sempre trazendo peças ou objetos para casa sem ter ideia do perigo que corre.
  Max e Roland acabam se tornando amigos e Max o apresenta a sua irmã Alicia. Os três jovem passam dias de aventuras, mergulhando no mar ou andando de bicicleta pela cidade. Coisas estranhas começam a acontecer, e isso só deixa Max mais curioso e sempre em busca da verdade. Max se encanta com as histórias fantasmagóricas de Víctor Kray, que Max não está totalmente convencido. Será que Víctor esconde algum segredo? Será que Víctor sabe o real motivo das estátuas?
   Um livro regado de mistérios, que te deixam ali, com os olhos grudados nas páginas, e sempre querendo mais e mais. A narrativa é ótima, aquelas que te prendem, apesar de o livro ser narrado em terceira pessoa, não vi problemas de me envolver com os personagens e de vivenciar todas as aventuras. O livro é ótimo, apesar de ser infanto-juvenil, mas eu indico para qualquer idade, aos amantes de mistérios e suspenses iram se divertir!! Recomendo! E espero ler mais livros do autor!!

11 comentários:

  1. Parece ser um livro interessante nunca li nada do autor mas ele parece ter muito mistério,e não é aquele mistério forçado gostei da relação que aparentemente existe nos elementos da narrativa

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse autor mas pela sua resenha já fiquei muito curioso pra ler este livro. Parece ter tantas aventuras, naufrágio, estatuas que andam hehe que livro é esse.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Como assim as pessoas não conheciam o autor? O cara é um gênio!! ahuahaua
    Enfim, eu sou bem suspeita para falar de Zafon visto que sou fã incondicional da escrita do cara. Ainda estou para ver um livro dele que eu não vá gostar.
    Adoro esse em especial! Foi a primeira vez que vi o autor ter um vilão que seja realmente macabro e que me deixou bem temerosa. ahauha
    Enfim... Amo demais tudo o que o cara escreve!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Pela sua bela resenha esse deve ser um livro maravilhoso.
    Não li nenhum livro do autor, aliás, comecei a ler o primeiro que ele lançou em ebook, mas parei por cansaço nos olhos. Em 2014 quero tentar comprar todos os livros dele e ler em sequencia. Todos falam tão bem que não quero deixar de ler.
    Obrigada pela dica e resenha.

    Beijinhos
    Vivi
    RR

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do Zafón mas estou com bastante vontade pois ouvi falar muito bem dos livros dele, principalmente de Marina.
    Ótima resenha! Fiquei bastante curiosa para ler algo do autor!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Amei essa capa, só por ela já dar muita vontade de ler o livro. Agora fiquei super curiosa pra saber que mistérios são esses hehe! Parece ser um livro muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Zafón <3
    Acho-o incrível! Li apenas um livro dele, mas foi o suficiente para me apaixonar pela escrita.
    Esse livro parece ser muito bom. Quero muito lê-lo.
    Ele realmente sabe prender seus leitores e acima de tudo, envolver-nos.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Eu também morro de curiosidade de ler algum livro do autor, já tinha lido uma resenha bem positiva desse obra, mas agora a sua me fez ficar instigada. Não sei se nunca tinha notado, mas parece que as obras do Zafón são carregadas de mistérios para os leitores ficarem ávidos para descobrir o porque deles. Vou ver se leio algum livro dele ano que vem.
    Abraços, Raquel.
    http://viajandoclivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar deste livro, mais lendo a sua resenha e a sinopse dele, me interessei. Espero poder ler em breve.

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga,
    Eu já li Marina , do Zafon e eu adorei..
    Assim como vi na sua resenha, esse q eu li tbm tem suspense, acredito que seja uma caracteristica dos livros do autor..
    Gosto da maneira como ele escreve e acredito que vá gostar desse tbm.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi Tahis :)
    Eu desejo muito os livros do Záfon, pois eles tem temáticas muito intrigantes.
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e que confesso que foi uma feliz surpresa vê-lo resenhado aqui.
    O enredo é muito interessante e o mistério é de fazer roer as unhas (no meu caso, as cutículas). Rsrsrs...
    A capa do livro não é lá essas "cocas", mas o enredo me encanta. Fiquei imaginando essas estátuas como as do filme O Ladrão de Raios.
    Parabéns pela perfeita resenha, Tahis. Você escreve muito bem. Bjs :*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!