Resenha - Animais Fantásticos e Onde Habitam - Roteiro Original - J.K Rowling

Leia mais

Resenha - Não Fale com Estranhos - Harlan Coben

Leia mais

Resenha - Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas

Leia mais

#Resenha - A Segunda vez que te amei - Leila Rego



A Segunda vez que te Amei
Leila Rego
Editora Gutenberg
 ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Amigas (im)perfeitas - Resenha

  Segundo livro da Leila Rego que leio e apaixono. Sua narrativa simples e a forma como a história é explorada contribuem e fica difícil não se envolver emocionalmente com os problemas dos personagens. 
A Segunda vez que te amei é um livro sobre relacionamentos, sobre amor, reencontros, destino, família e sobre descobrir quem você é. 
Nos envolvemos nas histórias de Raquel, uma mulher trabalhadora, casada e que possui um filho chamado Pedro. Raquel trabalha para um empresa que desenvolve software, E uma excelente profissional, sempre bem organizada, resolve tudo rápido com muita maestria, E agora está a frente de um novo contrato muito importante para a empresa, E precisa resolverá algumas pendências com o cliente, por isso organizou tudo em uma simples Folha de caderno, mas Raquel não espera a esquecer a Folha tão importante em sua casa deixando seu chefe e a si mesma desconfortáveis. Decidida a consertar as coisas Raquel liga para sua empregada para ela mande a lista por um motoboy mas Raquel estranha que Darlene não atende o telefone, então decide ir buscar ela mesmo. 
Chegando em seu apartamento ela percebe que a empregada está em casa pelo som alto que sai do radinho, Raquel pega a lista mas fica incomodada com o volume do radio e decide pedir para que abaixe pois pode incomodar os vizinhos, abrindo a porta de seu quarto Raquel tem uma grande revelação, uma situação que colocará anos de casamento em risco. Curiosos para saber o que a Raquel encontrou? Isso vocês terão que ler para descobrir o motivo. Haha.. mas já adianto que uma coisa inimaginável, eu fiquei de queixo caído quando li. Enfim.. leiam
  Também conhecemos André, um excelente chef, especialista em comida italiana, casado com Juli e juntos possui um restaurante com a família de André. Casado a 5 anos com Juli, André está incomodado com o rumo q as coisas tomaram, seu casamento não é mais o mesmo, Juli não é a mesma de quando se conheceram, agora é uma mulher sempre cansada, chega do trabalho e assisti televisão e dorme, programas como sair e jantar fora já não são tão frequentes para eles. E Andre se pergunta onde foi que errou, como se tornaram apenas conhecidos, já não conversam como antigamente. Sempre tentando fazer coisas diferentes com a esposa, André faz surpresas, convida para sair mas sempre recebe a desculpa de que está cansada demais. Mas André esta lutando para recuperar seu casamento, mas como as coisas iram dar certo se só ele quer que as coisas melhorem? Será que lutar sozinho pelo seu casamento fará as coisas  se ajeitarem?


"André era o tipo de homem que pensava em tudo. Um romântico assumido que adpra paparicar quem ele gosta e que não me esforços para agradar. Um tipo raro nos dias de hoje."
   Em uma corrida no parte André presencia um acidente de uma bicicleta e um pedestre no parque e resolve ajudar, então em um simples momento, seu passado volta com uma força a mulher a sua frente, foi o grande amor da sua adolescência, um amor intenso que foi separado inesperadamente. 
Raquel não imaginava que uma simples caminhada no parque para recuperar o que tinha presenciado em seu apartamento a levaria de volta ao seu passado. 
  Ambos ficam surpresos com o reencontro e se perguntam porque esse reencontro em momentos tão delicados de suas vidas. André tenta reconstruir seu casamentos e Raquel está passando por problemas em seu casamento também. 
  André e Raquel viveram uma intensa paixão na adolescência, estudavam no mesmo colégio, moravam no mesmo prédio, viviam juntos e eram completamente apaixonados. Mas esse romance juvenil não agradava o pai de Raquel que acabou fazendo a família se mudar do prédio para afastar a filha de André. Os dois tentaram manter contato e até pensaram em fugir juntos, mas não durou muito e eles acabaram se perdendo. Agora que se reencontraram, será o destino lhes dando uma nova oportunidade de ficarem juntos? tchan tchan... 
  A Segunda Vez que te amei foi uma leitura tão gostosa, eu mergulhei nos prolemas do personagens, torcia para que as coisas dessem certos para eles. A narrativa da Leila é simples e você se sente próxima dos personagens. Nós vemos os pontos de vistas de todos  e isso faz com que você entenda muito melhor a história, ou melhor cada lado. assim que estava chegando no final do livro já tinha um lado, se dó nem piedade. rs'
 Uma das coisas que gosto nas histórias da Leila é a simplicidade dos personagens, são maduros e nos fazem refletir junto com eles, nos conduzem com uma sinceridade sobre seus problemas que não deixa a leitura em momento algum chata ou entediante.
 Os personagens são ótimos, bem desenvolvidos e com personalidades fortes. São determinados, nada de frescura ou aqueles draminhas. Recomendo a leitura para quem gosta de romances.

"O Ser humano tem um instinto de sobrevivência muito forte. Talvez seja por isso que a maioria das pessoas esquece-se de viver e apenas sobrevive."
  

14 comentários:

  1. Me interessei só pelo título, hehe. A história parece incrível, nunca tinha ouvido falar desse livro! Quem sabe não compro ele na black friday.................
    Beijos,
    Maria.
    http://doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha, amo histórias de reencontro, nunca li nada da autora, mas fiquei curiosa.

    Bjks,

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ah que que legal quando o destino nos dá uma segunda chance de algo que perdemos no passado. Essa história me lembra um pouco a minha própria..
    Adorei
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar desse livro e nunca li nada da autora. Confesso que compraria só pelo título, apesar de que a história para bem bacana.

    Beijos,
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Que premissa maravilhosa! Nunca li nada da Leila, mas, vendo pela sua resenha, a escrita dela é bem gostosa mesmo. Acredito que essa história pode acontecer com qualquer um de nós, apesar de vivermos em uma sociedade bem individualista. Parabéns pela resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, sempre tive vontade de ler esse livro e confesso que a sua resenha me animou a ir atrás da obra e ler logo! hahah parece ter um romance bem do jeito que eu gosto e estou super animada.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Eu não li ainda esse livro nem nada da autora, mas eu fiquei beeem curiosa. Será que ela encontra o que eu tô pensando?? hahaha Que medo hahahah.
    Adoro poder viver no mesmo universo dos personagens nem que seja por um pouquinho e saber que isso aconteceu contigo me deixou com mais vontade ainda de ler.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Tahis!!
    Eu sempre quis ler algo da leila, mas nunca tive a oportunidade. Pela sua resenha, já fui com a cara de Raquel, acho que acabaria gostando dela só pelo que você disse. Bom saber que os personagens são bem desenvolvidos, gosto muito disso!!
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  9. Oi Tahis!
    Eu tenho loucura para ler esse livro! Gosto demais da escrita da Leila e histórias de amor sempre mexem demais comigo! <3 E se tem encontros e reencontros, cabou, já me ganha de cara! Sou daquelas romântica incorrigíveis e de carteirinha, essas histórias mais melosas conseguem me fazer ficar vidrada.
    Espero ler esse livro ano que vem, algo me diz que também vou cair de amores por ele. <3 <3
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Esse é um dos meus livros nacionais preferidos. Também adoro a forma pessoal com que os personagens foram apresentados e como seus problemas de relacionamento ganham outras proporções. A autora soube cativar com seus personagens e deu humanidade a eles. O André é meu preferido.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Tahiz,
    Puxa vidaaaaa você e essas resenhas que me deixam morrendo de curiosidade ahahahhahaha
    O que ela encontrou ao abrir essa porta gente???
    A premissa do livro é incrível e fiquei realmente interessada na história ainda mais que é nacional.
    Embora não tenha lido nada da autora, confio nas escolhas da Gutenberg.
    Adoro esse livros com dramas familiares, ainda mais quando o autor nos envolve e nos transporta para dentro da história.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem?
    Ainda não li nada da autora.
    Mas parece ser muito bom esse livro, já vai para a minhas listinha de 2016.
    Amei o post.
    ♥♡Bjs ♡♥
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Eu super curto esse tipo de livro. *-*
    Ótima resenha
    Beijos, Maisa.
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Mano, achei clichê e não queria ler, até o pai dela entrar na história. Esse menino tinha lepra? AIDS? alguma doença que era transmitida no ar?
    Meu Deus, santa ignorância.
    Quero ler em protesto e desejo que eles fiquem juntos que a vida tenha-os moldado um para o outro!
    hahhaha
    Bjs Tay do Lt It Shine

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!