Um Perfeito Cavalheiro
série - Os Bridgertons 
Julia Queen
Editora Arqueiro
♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Série Os Bridgertons 
O Duque e Eu
O Visconde que me amava
3º Um Cavalheiro Perfeito 
4º OS segredos de Collin Bridgertons
5º Para Sir Phillip, Com Amor

   Terceiro livro da série "Os Bridgertons" da Julia Quinn, " Um Perfeito Cavalheiro" conta a história de Benedict Bridgerton. Mais uma temporada de caça aos maridos foi aberta em Londres, e os bailes onde as mães ficam de olho para que suas filhas sejam as escolhidas da vez, e torçam para que o cavalheiro mais cobiçado seja seu futuro genro.
  Logo de início conhecemos Sopie Beckert e um pouquinho da sua infância. Sophie é uma menina encantadora que tinha uma infância não tãão boa, mais era sustentada pelo seu "pai" o conde de PenWood que a referia como sua "pupila", era criada com uma ótima educação, tinha roupas boas e apesar de não ser reconhecida pelo pai, Sophie não deixava de ter esperanças de que um dia teria uma família de verdade. E ela viu esse sonho quase virar realidade quando o conde se casou novamente. Mas esse casamento foi um verdadeiro inferno para Sophie. Sua nova madrasta, a Condessa Aramita, deixou bem claro para Sophie onde era seu verdadeiro lugar. A proibindo de se socializar com suas meias irmãs, que era tudo que Sophie desejava, ter uma irmã. Mas com Aramita ali, esse sonho não era possível. Sophie foi afastada ainda mais dos acontecimentos na casa, e as coisas pioraram quando o conde faleceu.
  A condessa foi "obrigada" a ficar com Sophie para poder receber mais um pouco de dinheiro com o testamento do conde, até os 20 anos Sophie deveria morar com Aramita e suas filhas, porém, Sophie virou uma empregada para essas três, a condessa de Penwood, teve de se mudar da casa do conde e procurar um outro lar, sendo assim não teria condições de contratar arrumadeiras, camareiras e muito menos cozinheiras, sendo assim quem faz todos esses serviços é a pobre Sophie.
  Sophie é uma jovem linda e muito inteligente, e se pergunta o porque Aramita tem tanta raiva dela, Sophie é tratada como uma verdadeira escrava. Não tem paz nenhum minuto, recebe o tratamento como se fosse uma verdadeira criada.
  Benedict Bridgerton é o filho da vez que a Viscondessa quer casar, mas ele está longe querer tal coisa. Benedict é um homem muito inteligente, muito educado e doce. Um Cavalheiro. Sentia a falta deles nos livros anteriores, mas nesse livro ele tem o seu merecido destaque, e me cativou logo de cara, com seu jeito natural e cavalheiro de ser.
  Em uma noite de bailes que sua mãe organizou e Benedict não estava nem um pouco a fim de dançar com as convidadas, nessa noite que seria nada agradavel para Benedict, eis que surge uma linda dama, na entrada do salão. Logo de cara Benedict percebe a energia que essa bela dama tem, sua beleza e felicidade se destaca e chama a atenção de todos. Inclusive de Benedict.
  Porém quando bate a meia-noite a linda e misteriosa dama terá de ir embora. Deixando Benedict desesperado para saber mais sobre ela, mas apenas ficou com sua luva.  - Isso te lembra alguma outra história? -  Benedict passa a procura-la, e descobre que na luva tem o nome da família. E tchan than... Benedict acaba indo parar na casa da Condessa de Penwood e descobre que nenhuma de suas filhas, é a tal dama misteriosa. Deixando a todos inclusive a condessa desconfiada. 
  Assim que descobre que Sophie foi ao baile, a sua madrasta a coloca para fora de casa, deixando a pobrezinha sem um teto, porém um tanto aliviada por ter saído daquela casa onde as pessoas só a explorava. Sem destino, mas com alguns trocados Sophie decide que é hora de sair de Londres.
 Anos mais tarde, Benedict está em uma festa e quando está indo embora, vê uma empregada em apuros, prestes a ser violentada por uns jovens. Decidido a ajuda-la, Benedict a salva e a leva para sua casa de campo, onde passaram a noite e no dia seguinte irão para a casa de sua mãe conseguir um  emprego para a moça. Mas no caminho, os dois pegam uma tempestade e ao chegarem Benedict passa a noite com febre e se não fosse a ajuda da moça, Benedict não saberia se ainda estaria vivo. 
 Um Prefeito Cavalheiro é um livro  leve, divertido e regado de acontecimentos que te deixam super curiosa para saber mais e mais como tudo vai acabar. Os personagens são tão bem construídos, com personalidades fortes. A autora sabe como cativar os leitores com esses personagens, e essa história tão bem construída. Em momento algum a história fica monótona, várias coisas vão acontecendo que fica impossível largar o livro.
 A família Bridgerton é um amor, sempre alegres e com ótimas respostas, as meninas são encantadoras as suas maneiras.  
   Também não posso deixar de falar da misteriosa colunista, que sabe de tudo e sempre deixa um ar de mistério a cada inicio de capítulo. 
Mas fica uma pergunta, será que Benedict encontrará a dama misteriosa que o adormenta a anos? E se encontra-la a reconhecerá de imediato? 
  Depois desse livro lindo e perfeito, fica difícil escolher um Bridgerton favorito, todos são maravilhosos a sua maneira. Recomendo a leitura!! 

8 Comentários

  1. Na minha opinião esse foi o pior livro da série, não que seja ruim é claro, não consegui gostar do Benedict, simplesmente não enxerguei ele como cavaleiro, pois ele dá muitos vacilou na história (não vou falar aqui para não dar spoilers para quem tá lendo os comentários).
    Também não achei muito criativo essa releitura do conto da cinderella.
    Prefiro o visconde que me amava.

    http://www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
  2. Tô louca pra ler a série, nunca li nada da escritora e tô me agonizando de vontade. Aceito os livros de presentes viu?! kkkk

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  3. Sou apaixonada por essa série. Romance de época é um dos meus gêneros preferidos (o outro é chick-lit). Essa série é ótima, a escrita da Julia Quinn é muito boa, você quer devorar o livro de uma vez só.
    Nesse livro sofri com tudo que acontecia com a Sophie, com todas as maldades que a madrasta fazia com ela. Achei que foi uma boa releitura da Cinderela.
    Concordo com você que é difícil escolher um Bridgerton favorito. Todo livro que leio se torna o meu favorito. O da vez é OS segredos de Collin Bridgertons, mas não dúvido nada que o próximo se torne o favorito.
    Super recomendo a série para quem não leu!!

    ResponderExcluir
  4. Oieee.
    Eu estou louca pra ler esse livro! Só li até o segundo da série, mas sou apaixonada por ela.
    Gosto de tudo nos livros da Julia, o fato de ser histórico e ter ao mesmo tempo uma pitada de humor só fizeram com que amasse mais os Bridgertons.
    Esse está na minha lista desde que li os anteriores, espero ler em breve.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  5. Antes quando olhava essa capa eu pensava que fosse uma obra de Jane Austen, hahaha
    Bom, por fim acho a capa maravilhosa e bem diferente de muitas. Embora não seja o primeiro livro da série acabei lendo a resenha, até porque amo a sua escrita e sua classificação foi bem positiva. Sei que não irei comprar por enquanto pois tenho outros livro como prioridade, então não achei ruim eu ter lido essa resenha. Confesso que a história me deixou com gostinho de quero mais e bem curiosa!

    Espero um dia ter essa coleção na minha estante!
    Beijos

    www.gemices.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amo muito séries e trilogias, porém nunca li essa, por falta de dinheiro, tempo e interesse também, já que não gosto muito desse tipo de tema.

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!