Resenha - Animais Fantásticos e Onde Habitam - Roteiro Original - J.K Rowling

Leia mais

Resenha - Não Fale com Estranhos - Harlan Coben

Leia mais

Resenha - Sedução ao Amanhecer - Lisa Kleypas

Leia mais

#Resenha - 4 de Julho - James Patterson



4 de Julho
James Patterson 
Série: Clube das Mulheres Contra o Crime - Livro 4
Editora: Arqueiro


4 de Julho
5º Cavalheiro
6º Alvo
7º Céu
8ª Confissão 
9ª Julgamento

   Que livro foi esses? Sério, eu não sei como ainda estou viva depois desse livro.. James Patterson mais um vez me deixou até tarde lendo seu livro e super intrigada com a história. Esse é o quarto livro da série "Clube das Mulheres Contra o Crime" e nem preciso dizer que já entrou para a lista de favoritos de 2016 né?
   O livro já começa eletrizante, nossa protagonista, a Tenente Lindsay Boxer está em uma cena de crime que a faz se lembrar de um antigo caso que ela e sua equipe não conseguiram solucionar, o caso do Anônimo 24, que ocorreu há 10 anos. Essa cena trás em sua lembranças exatamente o que aconteceu com o Anonimo 24, será que o assassino está de volta? A assinatura é a mesma, garganta cortada e hematomas nas nádegas.
  Depois de um dia de cansativo de trabalho Lindsay e suas amigas se encontram para jantar e beber alguns drinques, suas amigas, Cindy e Clare. No meio do jantar seu antigo parceiro Jacobi a chama para fazer uma busca, pois uma carro suspeito está na cena do crime. Lindsay que não é de dispensar trabalho decide ir ao encontro de Jacobi para descobrir quem está por trás de mais um assassinato horrível.  Jacobi e Lindsay ficam vigiando o carro, mas o mesmo decide ir embora e com isso acaba rolando uma perseguição nas ruas de São Francisco. O que era para ser uma coisa simples acaba se tonando um perseguição onde várias viaturas são chamadas, o motorista parece conhecer muito bem as ruas por onde entra, com Jacobi e Lindsay ao seu encalço, o motorista perde o controle e acaba batendo com o carro. O que Lindsay não esperava era encontrar dois adolescentes menores de idade dentro do carro e ainda por cima armados. Prestando ajuda aos dois que são irmãos, Lindsay e seu parceiro Jacobi são surpreendidos com tiros após tentar prestar os primeiros socorros aos adolescentes. Baleada e vendo seu companheiro sem agredido por um dos dois ela não pensa duas vezes e pede para que a menina, solte a arma, mas a menina não escuta e atira, deixando Lindsay sem outra alternativa se não atirar na menina e consequentemente no seu irmão que está agredindo seu parceiro sem mais nem menos. A menina morre deixando Lindsay abalada, seu parceiro inconsciente,  ela com ferimentos na perna e o menino ferido. 
Passado essa noite, Lindsay se encontra no hospital e sabe muito bem que esse acontecimento lhe dará dores de cabeça. Atirar contra dois adolescentes e matar um. Mas era ela ou eles. Seria egoísmo da sua parte? 
 Lindsay uma policial exemplar, com várias honrarias, está sendo processada pelo pai das crianças, onde ele quer uma boa quantia em dinheiro para reparar os sofrimentos causados pela tenente Lindsay Boxer. 
  A partir daí  o livro fica intenso demais, Lindsay sendo acusada e processada pela infantilidade de dois adolescentes psicopatas e foi afastada do trabalho até que as coisas se resolvam. Lindsay tira uma "férias" forçadas e viaja para a casa de sua irmã em Half Moon Bay. Pensando que descansaria, Lindsay estava totalmente engana. Em sua estadia, Lindsay descobre uma onda de assassinatos na cidade e curiosamente com a mesma assinatura do seu antigo caso, o Anônimo 24. Curiosa e com seu instinto de investigadora, Lindsay começa a investigar, mas não pode se esquecer que está fora da sua jurisdição e está em um território que não é dela. Lindsay conhece algumas pessoas e até faz algumas amizades, sempre querendo descobrir mais sobre os assassinatos até que acaba entrando no meio do caminho do delegado Stark e juntos eles irão se ajudar e tentar encontrar os culpados por trás desses assassinatos em Half Moon Bay.
  
  A narrativa de James Patterson e Maxine Paetro é incrível, quando pego um dos livros dessa série para ler, fico ali, aflita, tensa querendo saber de tudo e ao mesmo tempo não querendo rs' Esse livro me envolveu demais, vê a Lindsay no banco dos réus foi de uma tensão enorme e angustiante, e ainda mais diante dos  fatos que a levaram até lá. Os julgamentos, toda a preparação foi de arrepiar, eu me senti ali parte daquilo tudo, querendo ate testemunhar a favor da Lindsay haha...
O livro toma um caminho que você pensa que tudo está perdido, mas vem os autores e joga um balde de água fria te despertando e claro com novos acontecimentos. 
O livro é dividido em cinco partes, os capítulos são curtos e faz você ler e nem perceber pois cada um termina com um mistério e você fica "só um capítulo". 
Nesse livro, as amigas de Lindsay aparecem pouco, mas suas aparições são em momentos muito importantes para a Tenente e estão sempre ali para ajuda-la. Joe Molinari também está presente nesse livro, Joe faz parte do FBI e fez sua primeira aparição no livro anterior, 3º Grau, e apareceu para ajudar Lind em uma investigação e os dois se envolveram romanticamente e agora meio que estão namorando. Joe é um cavalheiro e está ali do lado de Lindsay mesmo se desdobrando no trabalho. O livro superou as minhas expectativas como sempre, e esse já entrou para a lista de favoritos de 2016. Se você curti um bom suspense policial, SUPER recomendo essa série. Vocês não iram se arrepender.

14 comentários:

  1. Oi Tahis, olha eu amo livros policiais e o gênero é o meu preferido, já li alguns livros desse autora mas esse livro eu nem conhecia ainda. Foi uma descoberta maravilhosa, pois já fiquei interessada nele e acredito que eu vá gostar tanto quanto você, ainda mais sabendo que já entrou para os melhores do ano. Ótima dica e pretendo ler o mais rápido possível

    ResponderExcluir
  2. James Patterson é rei dos livros policiais, sempre traz ótimos livros nós leitores. Sua tramas sempre tem enredo muito bem construidos.

    ResponderExcluir
  3. Olha quebrou não curto muito esse gênero, mas esse ai me bateu até uma vontadezinha de ler kkk

    http://estantemineira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Uau. Dizem que os livros policiais de Patterson são muito bons e eu nunca li nada dele nesse gênero.
    Adoro cenas de tribunais, acredito que se o autor sabe escreve-la faz a gente roer as unhas.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Tahiz, eu nunca li nenhum livro dessa série.
    E também nem li nada do James Patterson.
    E apesar de tudo de positivo que você falou eu sei que não iria gostar porque não é um estilo que me agrada.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  6. Ei, tudo bem?
    Eu adoro os nomes dos livros dessa série e estou doida para conferir a história, pois é umas das únicas obras do Petterson que tenho vontade de conhecer. A premissa é bem intrigante e adoro um romance policial, espero que quando eu for o ler curte bastante.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Já havia ouvido falar dessa série, mas não sabia que esse livro fazia parte dela. Ele desperta minha curiosidade a cada resenha que leio, pois elas são sempre positivas. Mas será que dá para lê-lo separado ou precisa ler os anteriores para entender?
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Achei muito interessante essa ideia de mulheres contra o crime e muito curiosa perante a série. Adoro personagens femininas com personalidade forte e marcante. Logo pretendo me aventurar nessa série também.
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  9. Oi Thaís,

    Acredita que eu quase comprei esse livro, porém fiquei receosa de não gostar do estilo do James, agora eu estou arrependida, irei atrás desse livro pra ontem. Esse gênero é um que vem me conquistando aos poucos e eu preciso de mais. Dica anotada, e lerei o mais rápido possível.

    Mayla

    ResponderExcluir
  10. Etaaa, fico feliz que tenha sido uma leitura proveitosa pra ti!!
    Ainda não li nada desse autor, mas tenho interesse!
    Essa série é bem grandinha, hein hahahaha Mas gostei da ideia de um clube de mulheres contra o crime.
    Anotado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, Thais, tudo bom? Só li um livro do James Patterson, Bruxos e Bruxas, mas gostei muito e estou louca para ler algo nesse meio de suspense. Fico feliz que a leitura tenha sido muito agradável, pela sua resenha e todossss esses elogios, acho que irei gostar!
    Beijos,
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem
    Ultimamente tenho visto muitas resenhas dessa série Clube das mulheres contra o crime. Ainda não li nenhum livro, mas como adoro romances policiais estou bem curiosa para descobrir quem é esse assassino com a mesma assinatura. Não acho que seja o mesmo. E esses dois adolescentes não se encaixam na história, o que eles estavam fazendo lá. Pelo o que disse, parece ser excelente, não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, que livro massa.
    Sua resenha ficou incrível, fiquei super atiçado pela leitura ainda mais por saber que tem muitos mistérios e a leitura é bem leve e fluida.

    Até mais, http://www.meninoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Eu tenho um livro do autor,mas ainda não li, fiquei curiosa e gostei da premissa,essa parte dela no banco dos réus deve ter sido angustiante mesmo, amo livros de suspense.

    Bjss

    ResponderExcluir

Olá, que bom ter você aqui no meu cantinho, obrigada pela visita e pelo seu comentário, saber a sua opinião é muito importante! Volte sempre!